Antes do casamento

8 Dicas para fazer a guest list perfeita

Por Rita Portugal, o 08/02/19
Rita Portugal
8 Dicas para fazer a guest list perfeita
Monte Rei Golf & Country Club

Vamos ajudá-lo a encontrar convites profissionais para o seu casamento 💌

Consulte preços
7 Comentar

Vocês querem convidar todos os vossos amigos e família alargada para o casamento do ano, mas, infelizmente, não têm capacidade para tanto... fazer a lista de convidados não é um processo fácil. Não percam as nossas dicas para que consigam triunfar!

Cortar e colar convidados até ter a lista perfeita não é tão divertido como fazer a prova do bolo de casamento. Entre o orçamento, as pessoas que não querem deixar de convidar e as tentativas de agradar a todos, há muitos fatores a ter em conta no processo de decidir quem incluir na vossa guest list... Mas calma! Se querem começar a tratar dos convites de casamento em breve - sem que isso suponha uma enorme dor de cabeça - leiam as nossas dicas e ponham-nas em prática. Agora que o anel de noivado surgiu nas vossas vidas, está na hora de meter as mãos à obra!

About Events

1. O momento certo

Todos os noivos sabem, à partida, como gostariam de trocar as alianças de casamento. No entanto, e para que os preparativos possam começar de forma oficial, é muito importante definir a lista de convidados. Como existem muitas decisões que vão depender do número de convidados - tipo de buffet, local da festa, etc - é essencial que este seja um dos primeiros elementos a ser concertado, tal como a estipulação de um orçamento. 

2. Divisão da lista

Normalmente, os noivos acabam por dividir a lista a metade, com convidados pertencentes a cada família e grupo de amigos. No entanto, não são raras as ocasiões em que alguns familiares insistem em convidar determinadas pessoas, sobretudo quando vos deram alguma ajuda monetária para a festa. Por isso, e para evitar conflitos, comecem por estabelecer limites. Decidam a percentagem de convidados que cada um de vocês pode incluir na lista e tentem não ultrapassá-la. 

3. Não façam exclusões à partida

Não excluam nenhuma pessoa logo de início. Isto não significa que incluam aqueles familiares menos agradáveis ao fazer o convite de casamento, mas todos os convidados em relação aos quais têm dúvidas podem ser deixados para mais tarde – e podem inclusive utilizar marcadores coloridos para se organizarem e darem prioridade a cada pessoa. No final, quando fizerem as exclusões necessárias, podem descobrir que têm algum espaço extra, coisa que nunca aconteceria se apagassem os nomes de imediato. 

4. Sejam realistas...

Talvez a parte menos divertida de organizar toda a guest list. Chega uma altura em que somos forçados a lidar com a realidade e nos deparamos com todos os cortes que temos de fazer para encaixar no orçamento. A verdade é que mais convidados no vosso dia C pressupõem mais lugares sentados, mais espaço, mais comida e um bolo de casamento simples muito maior. Se querem evitar um ataque cardíaco cada vez que abrem um cartão de resposta, o melhor é limitar os convites à priori.

 

5. Como excluir os convidados...?

Se está a ser complicado riscar alguns nomes da lista, o melhor é definirem regras para seguir a longo prazo. Vai ser mais fácil excluir convidados se: não têm qualquer tipo de contacto há vários anos, não se conhecem ou nunca falaram pessoalmente ou se estão a ponderar convidar essa pessoa apenas para não se sentirem culpados com o que a sua ausência possa significar para outros. Pode ser difícil ao início, mas manterem-se firmes na vossa decisão é a forma mais justa de passar por este processo.

6. Cartões de resposta

Porque a última coisa que querem é que aquela prima afastada traga um plus one que não foi convidado, ou que os vossos amigos tragam acompanhantes simplesmente porque “não queríamos vir sozinhos”, lembrem-se de incluir nos cartões de resposta o nome de cada convidado. Se por alguma razão alguém vos devolver o cartão com o nome de outra pessoa adicionado, contactem esse convidado e expliquem-lhe de forma calma e educada que não podem permitir que cada pessoa traga um acompanhante pois, infelizmente, isso não cabe no vosso orçamento. 

Ricardo Meira

7. Evitem adições de última hora

Se partilharam a notícia no trabalho e já há muita gente que sonha em ver-vos com a aliança de casamento na mão, é normal que ouçam alguns comentários e que pessoas que nem tencionavam convidar à partida falem com o entusiasmo sobre possíveis trajes de cerimónia para o vosso enlace. Por muito difícil que seja, não deem nenhuma resposta definitiva e evitem adicionar pessoas à lista com quem não contavam.

8. Não deixem que vos pressionem

Estabeleçam limites e não os ultrapassem, seja em que situação for. Enquanto preparam a vossa lista, é normal que os vossos amigos e familiares façam comentários, sobretudo se esta não coincidir com a que eles idealizaram. Acima de tudo, lembrem-se que se trata do vosso casamento, e não de qualquer tipo de convívio. Sejam frontais e não cedam a pressões que, no futuro, só vos podem comprometer.

Se passarem com distinção esta fase, podem considerar-se uns sortudos! A verdade é que organizar a lista de casamento não é um processo fácil e, se por um lado não querem deixar ninguém de fora, também não querem contrair nenhuma dívida pela altura em que entregam as lembrancinhas de casamento. Mas se conseguirem ultrapassar esta prova de fogo, podem respirar de alívio quando enviarem os convites de casamento.

Vamos ajudá-lo a encontrar convites profissionais para o seu casamento 💌

Consulte preços

Pode interessar-lhe

Comentários (7)

E
Eduardo A 1/02/2018 às 15:16

Mais para uma boa preparação o que é necessário?

Responder
Cláudia
Cláudia A 23/02/2015 às 09:20

Bom dia.

Não sei se já vou a tempo para responder, mas na minha opinião este é o SEU dia Diana, não dos seus pais, embora eles gostem de si e seja também um dia importante para eles não deixa de ser o SEU dia. Nesse caso aconselharia a levar apenas quem deseja e não só porque são amigos dos pais, ou dos primos, ou amigos dos amigos . Convide aqueles que se sinta a vontade e que lhe digam algo na sua vida.

Espero ter ajudado, se não for a si, que seja a alguém que esteja com a mesma dúvida.

Responder
Andreia
Andreia A 21/02/2015 às 17:02

É óptimo ter estes conselhos, mas na realidade e no meu caso, são os meus pais que irão pagar a minha parte, por isso acham que devem poder escolher quem convido ou não... ai ai..

Responder
Ana Gonçalves
Ana Gonçalves A 23/09/2014 às 18:36

Temos que ter ao nosso lado as pessoas que nos importam e que se importam connosco!

Responder
Diana
Diana A 21/09/2014 às 18:22

Para mim a grande questão é - convidar ou não convidar os amigos dos nossos pais! Afinal de contas são pessoas importantes para eles e o nosso casamento é, também, "o grande dia" deles. Realmente há um ou outro que fazem parte da nossa história e faz sentido que estejam presentes, mas e os outros?! São importantes para os nossos pais e não os podemos deixar de parte, ou podemos?! Esta tem sido mesmo a minha luta! lol

Responder
Carolina
Carolina A 15/09/2014 às 16:02

O problema é cumprir com isso tudo

Mas gostei das dicas.

Responder
Sandra
Sandra A 5/09/2014 às 21:25

Eu penso sempre "e se fosse eu?". Não gostava de ir sozinha a um casamento, se tivesse filhos não gostava de os deixar em casa... Enfim, acho que tinha de convidar meio mundo! lol

Mas como o dinheiro não estica temos mesmo de fazer opções! Óptimas dicas! Obrigada!

Responder
Comentar

Mais sobre Antes do casamento

Artigos por temas

Voltar ao topo