Antes do casamento

Os piores conselhos que vais ouvir sobre a organização do casamento

Por Rita Portugal, o 08/05/19
Rita Portugal
Os piores conselhos que vais ouvir sobre a organização do casamento
Comentar

Não será preciso planear o vosso grande dia para descobrirem que, subitamente, todos têm uma opinião! Mas se há ocasião em que isso se verifica, é no casamento. Descontraiam de todos os preparativos e descubram os piores conselhos nupciais!

Inicialmente, o casamento é a celebração do amor que une duas pessoas. Porém, assim que enviam os convites de casamento, são muitos os palpites, opiniões e conselhos que vão receber – ainda que não solicitados. E se as dicas sobre o penteado de noiva ou o estilo de vestido que mais te favorece são verdadeiramente úteis e bem-intencionadas, isso não significa que sejam as mais acertadas! Se já tens o anel de noivado e estás na fase inicial dos preparativos, o melhor é conheceres de antemão os piores conselhos que poderás vir a ouvir...

Mantém-te tradicional, ou vais arrepender-te...

Um casamento tradicional e um vestido de noiva com renda podem ter todo o encanto, mas estes ingredientes só fazem sentido se os noivos se identificarem realmente com isso. Se adoram detalhes únicos e originais e a liberdade que só uma cerimónia civil vos pode oferecer, fujam da norma a sete pés! Afinal, o importante é que este dia seja um espelho das vossas personalidades e crenças, sejam elas quais forem. 

É o teu dia! Tudo tem de girar à tua volta!

É inegável que a noiva tem um papel central em todo o casamento. O vestido, o penteado, os acessórios, o bouquet… tudo é orquestrado de forma a dar imenso protagonismo à mulher. No entanto, é importante pensar que neste dia existem muitas outras pessoas envolvidas - do noivo aos convidados - que também são imprescindíveis na celebração. Embora as coisas devam estar a teu gosto, também é fundamental que penses no bem-estar e conforto de todos os presentes. 

Vou dar-te o contacto de todos os meus fornecedores!

Não há dois casamentos iguais e, por muito que tenhas uma personalidade muito parecida à pessoa que te deu este conselho, os mesmos fornecedores dificilmente vão resultar para dois casais diferentes! Embora ter contactos seja muito útil, não sabes até que ponto os fornecedores de outra pessoa vão atender às tuas exigências. Façam a vossa pesquisa e encontrem os profissionais certos para tratar da vossa decoração e das alianças de casamento!

Envia convites a quem sabes que não vai comparecer.

Ok, inicialmente pode até ser por cortesia– como forma de sentir que a sua presença seria apreciada neste dia - mas, o que acontece se a outra pessoa responder com um sim ao convite de casamento original? Exato, vais facilmente acabar por exceder a capacidade e o teu budget inicial! Como regra, convida apenas as pessoas que querem/podem verdadeiramente estar presentes no vosso grande dia!

Porque não pedes um empréstimo? Ia facilitar muito as coisas...

Sim, é verdade que um casamento pressupõe uma enorme despesa para os noivos, mas mais importante do que fazê-lo para conseguir pagar algo completamente excêntrico, é colocarem um valor de parte todos os meses para um casamento cheio de significado. Contraírem dívidas para custear um casamento é uma das coisas que menos sentido faz no vosso percurso! Lembrem-se que, se necessário, podem sempre adiar a data até conseguirem juntar um montante razoável.

É preferível ter um noivado curto, antes que mudem de ideias!

Não só é uma ideia completamente errada, como desrespeitosa. O tempo que dura o noivado por vezes nem depende do próprio casal, e não influencia em absolutamente nada o casamento ou namoro. Desfrutem deste período durante o tempo que acharem necessário e não se deixem levar pela pressão que outros vos possam impor.

Podes sempre vendê-lo(s) mais tarde…

Este conselho aplica-se a uns sapatos, a acessórios mais extravagantes para o penteado apanhado ou mesmo à decoração do vosso dia… e se é verdade que poderás sempre desfazer-te de algumas coisas ao vendê-las ou doá-las, este nunca deve ser o princípio que norteia a tua compra!

Um wedding planner é um desperdício de dinheiro... A tua mãe dá conta do recado.

Se já começaram os preparativos, certamente se deram conta do volume de trabalho que um casamento acarreta! Se o conseguem fazer sozinhos? Talvez. Se um profissional iria facilitar muito mais a experiência? Definitivamente, sim! Um wedding planner é um investimento, não só no casamento, mas também no vosso bem estar e vida pessoal! Não é obrigatório contratarem esses serviços, mas o que não podem mesmo fazer é contar com o apoio total de amigos e familiares e sobrecarregá-los com tarefas intermináveis.

Sejam sinceros… já ouviram algum destes conselhos quando anunciaram o noivado? Assim que o fizerem, vão reparar como toda a gente parece ter uma opinião sobre tudo, seja a comida, que “pode ser algo mais ligeiro”, os vestidos de cerimónia, que “devem ser de cor x” ou mesmo a época do ano em que trocam alianças: “o quê? Com este calor/frio?”. E se ainda não escolheste o vestido de noiva, prepara-te… there’s more to come.

Pode interessar-lhe

Comentar

Mais sobre Antes do casamento

Artigos por temas

Voltar ao topo